Dicas para acordar cedo e mais disposto Saiba como melhorar suas noites de sono e evitar a preguiça matinal com algumas atitudes simples que vão transformar o seu dia gplus
   

Dicas para acordar cedo e mais disposto

Saiba como melhorar suas noites de sono e evitar a preguiça matinal com algumas atitudes simples que vão transformar o seu dia

Confira Também

Acabaram as festas. Nessa época de começar os regimes e colocar a rotina de volta nos trilhos, levantar cedo pode ser uma tortura. Só de se lembrar disso, há quem já comece a contar os dias para a próxima oportunidade de dormir até mais tarde. 

Pular cedo da cama cheio de energia é mesmo um privilégio que nem todos têm. A indisposição na hora de acordar pode ter diversas causas, desde o vizinho que faz barulho até mais tarde, a ansiedade e até mal hábitos alimentares. Mas como na vida há jeito para tudo, também existem formas de não sentir, ou pelo menos diminuir, aquela preguiça matinal. Dê uma olhada nessas dicas e confira o resultado nos dias seguintes.

Depois de colocar o pijama:

Tome cuidado com o que vai comer
Evite refeições pesadas e gordurosas antes de ir para a cama. Isso poderá prejudicar a qualidade do sono já que enquanto você tenta dormir, seu corpo priorizará a difícil digestão desses alimentos. Portanto, procure comer coisas mais leves algumas horas antes de dormir. Frutas, vegetais e filé de frango grelhado podem ser uma boa pedida.

Apague as luzes
Fontes de luminosidade, como televisão, celulares, e obviamente, lâmpadas podem ser prejudiciais quando mantidas ligadas enquanto você tenta dormir. Como a melatonina, hormônio responsável pelo sono, só é produzida quando o ambiente encontra-se escuro, lugares com baixa incidência de luz tende a propiciar melhores noites de sono do que lugares claros, como confirma a pesquisa publicada recentemente na Scientific Reports.

Cama é feita para dormir
“Na hora de dormir, é importante se desligar do mundo, você tem que relaxar. A cama é feita para dormir, não para assistir televisão, comer ou mexer no celular”, afirma Rodrigo Corrêa, médico formado pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).  O especialista, que classifica essas ações como “mal do mundo moderno”, diz que tais distrações impedem o “desligamento do mundo”, que por sua vez atrapalham a chegada do sono e, consequentemente, a disposição para acordar no dia seguinte.

....tic-tac tic-tac tic-tac TRIIIIIIIIIIM – É hora de acordar! 

Resista ao botão “soneca”
Nem mais 5 minutinhos! Não passa de um mito a ideia de que aquele cochilo depois de já ter acordado ajuda a descansar. Segundo Roger, a tal “soneca” é muito ruim porque impede que o sono complete o ciclo de trifásico, que faz com que o corpo queira dormir mais. Portanto, a indisposição ao acordar novamente será ainda maior.

Uma dica simples que pode ajudar a não cair na tentação do botão “soneca” é colocar o despertador em uma distância que o barulho seja tão audível que possa lhe acordar e ao mesmo tempo faça com que você tenha que se levantar para desligá-lo.

Alongar-se ao acordar
Além de ser uma atividade simples, rápida e prática, alongar-se ao acordar melhora a circulação sanguínea e alivia as tensões acumuladas durante horas e horas deitado. O alongamento também é recomendado para promover o relaxamento muscular minutos antes de dormir.

Deixe a luz entrar
Abrir a cortina para a luz do sol entrar pode ser uma ótima maneira de pular da cama com mais disposição. Além de inibir a produção de melatonina, a luz solar estimula a produção de cortisol, hormônio, que entre outras funções, nos deixa em estado de alerta.
 
Praticar exercícios físicos
Não é raro encontrar pessoas dizerem que seus dias ficam “mais leves” depois de se exercitarem de manhã. A razão disso é que, ao fazer atividades físicas, o corpo libera endorfina, substância que diminui e estresse e aumenta o bem-estar - que se prolongará durante o dia.

O bom e velho café
Há quem diga que não sai de casa sem tomar uma xícara de café. E apesar das controvérsias sobre consumo da bebida pela manhã - como aponta o phd da University of Health Sciences de Bethesda, Steven Miller, em entrevista ao blogueiro Ryoto Iwata -, a cafeína presente no café funciona. Ela tem como função inibir a ação da adenosina, neurotransmissor responsável pela sensação de sono, além de estimular a liberação de adrenalina e cortisol, que como vocês já devem saber, promovem o estado de alerta e mandam o sono para longe.

Café é bom, porém doses cavalares podem causar efeitos colaterais nada agradáveis como insônia, dor de cabeça e desconforto gastrintestinal. Como diz o ditado, “prudência (e caldo de galinha) não faz mal a ninguém”, não abuse.