Saiba quais são as alternativas saudáveis para as comidas típicas da Festa Junina Apesar de deliciosas, é preciso estar atento ao consumo excessivo de sódio, açúcar e gordura gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

Saiba quais são as alternativas saudáveis para as comidas típicas da Festa Junina

Apesar de deliciosas, é preciso estar atento ao consumo excessivo de sódio, açúcar e gordura

Confira Também

As comidas típicas das festas juninas podem ser deliciosas, mas é preciso estar atento ao consumo excessivo de sódio, açúcar e gordura, uma vez que nesta época do ano são comuns os casos de infecções intestinais ou intoxicações provocadas por bactérias que se proliferam em alimentos estragados. 

Seja milho verde, amendoim, arroz doce ou bolos, é possível aproveitar a ocasião e se cuidar ao mesmo tempo. “Neste período é comum muita gente consumir alimentos diferentes dos que ingere no dia a dia. Isto é ótimo, pois com equilíbrio pode-se aproveitar a grande diversidade culinária dessa festa”, afirma Karin Sedó Sarkis, nutricionista do Fleury Medicina e Saúde. No entanto, vale seguir algumas recomendações para preparar a culinária típica do festejo sem deixar a saúde e a dieta de lado. 

Ficou com água na boca? Então veja como aproveitar as deliciosas comidas típicas da Festa Junina e ainda manter uma alimentação saudável e sem sabotar a dieta.

– MILHO. Cozido, assado ou grelhado é uma boa pedida. Aproveite para fazer um sal de ervas misturando a mesma proporção de sal com uma ou mais de ervas que te agradam, por exemplo, sal com orégano, e salpique sobre o milho. Outra opção é usar somente as ervas, também fica uma delícia. Se quiser dê um toque com manteiga e aproveite! 

– PAMONHA OU CURAU DE MILHO VERDE. Preparações com milho, o curau pode ser feito com leite desnatado. Caso haja necessidade, ambos podem ser adoçados com menos açúcar ou pode-se utilizar o açúcar light ou adoçante culinário para diabéticos.

– PIPOCA. Na hora de cozinhar, use a panela e não o micro-ondas. A pipoca não precisa de muito óleo ou manteiga para estourar. Se interessar dá até pra fazer a pipoca sem nenhum tipo de gordura. Para isto você deve esquentar muito bem a panela, colocar o milho e mexer bem para que ela estoure sem grudar. Outra dica é maneirar no uso do sal ou fazer uso do sal de ervas, bem como de especiarias (curry, cúrcuma, páprica picante, pimenta do reino, dentre outras).

– MUNGUNZÁ E OUTROS DOCES. Nesses preparos também podemos substituir o leite integral por leite desnatado. Dê preferência às versões light de creme de leite e leite condensado. O arroz doce, por exemplo, pode ser feito com o grão integral. 

– BOLOS. Além das dicas acima, tire proveito de ingredientes naturais, como a mandioca e o milho, de preferência o natural. Com ingredientes in natura eles ficam mais saudáveis e saborosos.

– AMENDOIM. Cozido, assado ou como base no preparo de outros pratos. É rico em gordura de boa qualidade, sendo ótimo para quem quer repor a energia após as danças juninas. Caso opte pela versão cozida, que é uma preparação tradicional, tenha atenção para o modo de conservação. Certifique-se da qualidade da água usada para cozinhar o amendoim. Depois, conserve em geladeira por no máximo três dias. Tenha atenção na procedência do amendoim, pois caso haja umidade na pós-colheita ou dependendo da forma de armazenamento, pode haver a formação de um fungo que produz uma substância chamada aflatoxina, que é maléfica ao organismo.

– CUSCUZ. Vale adicionar legumes, como cenoura ralada e abobrinha, e deixar de lado ervilha e milho enlatados, bem como outros produtos industrializados. Prefira os legumes e vegetais frescos. Dessa forma, adicionamos fibras e reduzimos a quantidade de sódio e conservantes.

– LICORES. Quer seguir a tradição e degustar um licor de jenipapo? Apenas fique atento à quantidade, devido ao alto teor alcóolico e grande concentração de açúcar. 

– VINHO QUENTE E QUENTÃO. São calóricos por conter álcool e grande quantidade de açúcar, por isso, vale a pena moderar o consumo. Nos preparos caseiros, existem opções sem álcool, utilizando gengibre, casca de laranja, sucos de frutas como laranja, maçã, abacaxi, maracujá, suco de uva integral e especiarias como, canela e cravo-da-índia.