Como conciliar a decoração e a iluminação nos ambientes da casa Escolher a iluminação correta para cada tipo de ambiente é mais importante do que imaginamos gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

Como conciliar a decoração e a iluminação nos ambientes da casa

Escolher a iluminação correta para cada tipo de ambiente é mais importante do que imaginamos

Confira Também

Você já parou para pensar que um ambiente agradável necessita mais do que uma boa decoração? Além da disposição dos móveis, se queremos um espaço funcional devemos investir em uma boa iluminação. Quando planejada, ela é capaz de tornar a casa mais aconchegante e, até mesmo, mais prática. “Para a definição da iluminação de ambientes, é preciso realizar um estudo, verificando os m², para então conseguirmos determinar a quantidade de lâmpadas e a intensidade necessária para criar um espaço confortável e funcional”, explica Camila Midori, arquiteta parceira da Leds e Leds - primeira franquia especializada em LEDs no Brasil.

Diversos fatores influenciarão na hora de escolher a melhor iluminação para o ambiente, e a cor da parede é uma delas. Paredes escuras, por exemplo, não ficam muito bem com uma luz quente, ou seja, amarelada, pois alteraria a cor do ambiente. 

Para que você não erre na hora de mudar a estrutura elétrica da sua casa e consiga conciliar a decoração e a iluminação nos ambientes, a Leds e Leds selecionou algumas dicas do melhor tipo de iluminação para cada cômodo da casa, de acordo com especialista. Confira: 

SALA DE ESTAR
Sendo um lugar de descontração e descanso, é recomendada uma iluminação indireta para que não atrapalhe a visão e nem reflita na televisão. Lâmpadas de LED são ideais, além das sancas de gesso, que aproveitam e dão uma sofisticação ao ambiente. Para destacar objetos aposte em lâmpadas halógenas dicróica, que possuem um facho de luz mais focado e são fiéis às cores reproduzidas.

SALA DE JANTAR
Aqui a iluminação precisa ser centralizada para que a claridade alcance toda a mesa e todos consigam comer com tranquilidade. Para isso, usamos - muitas vezes - lustres, que necessitam de alguns cuidados como, por exemplo, escolher um de acordo com o tampão da mesa, evitando que haja reflexão e que fique muito próximo. Caso a mesa seja de vidro, opte por lustres em que as lâmpadas sejam para cima, tornando a iluminação difusa e indireta. Saber a altura também é de grande importância, deve ficar em torno de um metro do tampão, para que a luz não atrapalhe a visão de quem está à mesa.

COZINHA
Por ser uma área que mexemos com materiais de riscos, como facas e fogo, demanda uma iluminação maior e mais espalhada. São indicadas as fluorescentes brancas, pois clareiam o ambiente, além de manter a pessoa que está manuseando “alerta” - por ser uma luz de cor fria. 

QUARTO
Para criar uma atmosfera mais aconchegante e relaxante, use uma iluminação mais suave de LED com dimerizadores, que controlam a intensidade da luz de acordo com o seu gosto, complementada com pontos indiretos de luz, os abajures. Uma luz quente (amareladas) em ambientes como o quarto, proporcionam uma sensação mais agradável e acolhedora. 

BANHEIRO
Importante para as mulheres devido a maquiagem e para os homens graças a barba, o banheiro é um dos maiores desafios. Para iluminar bem, de forma que não crie sombras e não faça reflexão no espelho, indicamos lâmpadas fluorescentes brancas, de forma que clareiam todo o perímetro do espaço; Para o espelho, são as iluminações laterais difusas ou indiretas, evitando assim que a imagem formada no reflexo seja alterada.

ESCRITÓRIO 
É essencial que o ambiente seja claro, com uma luz fria para te manter focado e produzindo. Busque iluminar alguns pontos principais de forma a evitar a reflexão na tela do computador, pois isso te deixaria cansado com mais facilidade.

JARDIM E VARANDA
No jardim, buscamos sempre focar em detalhes, seja uma planta ou alguma árvore. Para isso, pode-se usar uma halógena dicróica, com seu facho de luz focado, dará o diferencial e deixará o ambiente harmonioso e charmoso. Já na varanda, se houver uma área com churrasqueira, temos que buscar uma iluminação maior, podendo utilizar uma LED dicróica. No entanto, caso a varanda seja apenas um local de descanso, apostamos na Par20, também halógena e bem parecida com a dicróica, possui facho de luz focado em formato de cone, sendo uma lâmpada que esquenta.