12 coisas que você precisa saber sobre a 'primeira vez' Especialista esclarece algumas das principais dúvidas sobre a primeira relação sexual gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

12 coisas que você precisa saber sobre a 'primeira vez'

Especialista esclarece algumas das principais dúvidas sobre a primeira relação sexual

Confira Também

É muito comum que as mulheres de sintam inseguras antes da primeira transa. Além da grande expectativa, por ser uma nova experiência, muitas de nós ainda ficam nervosas, com receios e, claro, muitas dúvidas.

Mas, apesar de a primeira vez ser um momento marcante para a maioria, ela não acaba sendo muito gostosa, devido a ansiedade. Para que isso não aconteça é preciso estar certa da decisão de iniciar a vida sexual, procurar relaxar e não ficar criando expectativas quanto à “primeira relação perfeita", para que você não se frustre. Além de tudo isso, claro, é fundamental ter responsabilidade e usar métodos contraceptivos desde o início.

De acordo com uma pesquisa chamada “Mosaico Brasil”, feita pelo Prosex (Programa de Estudos em Sexualidade), ligado à USP (Universidade de São Paulo), em 2008, os jovens estão transando cada vez mais cedo: mais da metade dos adolescentes está iniciando a vida sexual entre 13 e 17 anos, com concentração maior aos 15.

E não para por aí: uma das indicações de que os jovens com menos de 15 pode ainda não estar “pronta” é o baixo uso de métodos anticoncepcionais na primeira transa. Outros estudos já mostram que apenas 15% das meninas usaram algum tipo de método anticoncepcional no começo da sua vida sexual. O que, segundo médicos, é muito pouco.

Para você ficar bem informada sobre o assunto, e se sentir mais tranquila quando “O MOMENTO” chegar, o Dr. Nuno Neto, ginecologista do Hospital Sepaco, responde algumas das principais dúvidas e encanações sobre a primeira relação sexual. Confira!

#1 – “Vai sangrar?”. Segundo Neto, dor e sangramento podem ocorrer, mas, não acontece sempre. Algumas têm pequenos escapes de sangue ao longo das primeiras vezes, pois o hímen pode se romper aos poucos, e outras não apresentam nenhum sangramento. Isso depende do tipo de hímen e organismo da mulher.

#2 – “Devo contar a ele que sou virgem? Influenciará em algo?”. Apesar de as meninas não gostarem muito de se mostrar “inexperientes” no assunto, o ideal é conversar com o parceiro antes. “O fato de contar sobre a virgindade pode ajudar, visto que o parceiro vai com mais atenção, tornando essa primeira vez muito mais inesquecível”, explica o médico.

#3 – “Vai doer?”. A dor geralmente ocorre pelo estiramento dos músculos e pele da vagina, que se adaptam ao pênis. Quanto mais nervosa você estiver, mais contraídos estarão seus músculos e, portanto, maior será a dor. Tente ficar o máximo relaxada, para que o momento seja mais prazeroso.

#4 – “O que é importante saber antes de ter a relação?”. De acordo com o ginecologista, é muito importante que a mulher saiba que a partir da primeira menstruação ela já pode engravidar, e que durante a relação também pode contrair doenças sexualmente transmissíveis (DST's). “Além disso, é preciso saber como se proteger e utilizar os métodos anticoncepcionais”, comenta.

#6 – “Vai ser bom?”. Depende. No geral, quanto mais relaxa e segura você se sentir, melhor será a experiência. Ter certeza da escolha de fazer sexo é fundamental para isso, assim como conversar com o parceiro antes.

#7 – “Vou ter um orgasmo?”. “Em toda relação é possível ter orgasmo, no entanto, devido à inexperiência, ansiedade, medo e pressa, pode não acontecer”, explica Neto. Portanto, a orientação pode tornar o momento muito mais especial.  

#8 – “Preciso planejar tudo?”. Por mais “expert” que você sinta, a primeira vez é sempre meio desajeitada, embora não deixe de ser prazerosa. O melhor a fazer é deixar as coisas acontecerem. Não imponha tantas regras nem planeje um roteiro que não admite erros, porque eles vão acontecer. E já vai ter tanta coisa passando pela sua cabeça, que você não precisa ficar se cobrando por uma perfeição boba, não é mesmo? 

#9 – “Como funciona o rompimento do hímen? É possível transar e não rompê-lo na primeira vez?”. “O hímen é uma membrana mucosa que fecha parcialmente a vagina. Existem várias formas de hímen, inclusive, os completamente fechados, que dificultam a menstruação. Não necessariamente é rompido na primeira vez, pois é muito complacente, mas isso não muda o fato de ter feito a primeira relação”, explica o médico. 

#10 – “Preciso procurar um ginecologista antes?”. Claro! De acordo com Neto, durante a consulta, a mulher será orientada sobre doenças sexualmente transmissíveis e anticoncepção, além de recomendar os exames de rotina anuais. É muito importante conversar com um médico para sanar todas as dúvidas sobre o tema.

#11 – “Assim como engravidar, também posso contrair alguma doença, como a Aids?”. Sim, por isso é muito importante consultar um médico e se prevenir. A camisinha é o passaporte para uma vida sexual mais feliz, tranquila e segura.

#12 – “A primeira transa muda o corpo?”. É pura bobagem. O crescimento dos seios, de pêlos, o aumento dos quadris e o estreitamento da cintura são consequências naturais do crescimento do corpo. Nenhuma mudança está relacionada à primeira relação.