Pesquisa revela quanto tempo de conversa é necessário para um encontro acontecer A maioria dos homens precisa de apenas um dia para querer marcar um encontro gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

Pesquisa revela quanto tempo de conversa é necessário para um encontro acontecer

A maioria dos homens precisa de apenas um dia para querer marcar um encontro

Confira Também

A tecnologia facilitou a nossa vida em muitos aspectos, principalmente nas relações amorosas. Os sites e aplicativos de relacionamento são uma prova disso: muito usados hoje em dia, permitem que os usuários sejam mais assertivos e identifiquem os perfis com quem tem mais afinidade, para, assim, conhecer pessoas que julgam interessantes.
 
A modalidade de relacionamento casual, para aqueles que não querem se envolver em um relacionamento sério, também acabou crescendo com o aumento do acesso a essas ferramentas. 

Para provar o lado bom dessa união entre tecnologia e “relacionamento sem compromisso”, o site de encontros casuais C-date realizou uma pesquisa, com cerca de 700 pessoas, para saber quanto tempo de conversa os seus usuários precisavam para querer sair com alguém que conheceu através de um site ou aplicativo. 

Entre os usuários do sexo masculino, 44% deles afirmaram que bastava apenas um dia de conversa para que quisessem conhecer alguém pessoalmente. Mas há ainda os que levam mais tempo e preferem marcar o encontro após uma semana de bate papo (40%). Apenas 9% disseram precisar de um mês e 7% de dois ou mais meses.  

Já as mulheres costumam ser mais cautelosas: segundo a pesquisa, 41% delas precisam de, no mínimo, uma semana de trocas de mensagens antes de sair para um encontro. Em seguida, os resultados apontam que 30% das usuárias topam um encontro com um dia de conversa. Mas 17% só marcam de sair depois de dois meses ou mais e 12% depois de um mês.  

A sexóloga Carla Cecarello explica que estes comportamentos diferentes, entre homens e mulheres, são comuns. “Isso é em função do homem ser mais visual e das mulheres precisarem de mais tempo para serem seduzidas e envolvidas”, comenta. Mas, embora muitos desses encontros também acabem em sexo casual, alguns cuidados não podem ser deixados de lado, como o uso do preservativo – ainda mais com alguém que acabou de conhecer. “Curtir a vida é muito válido, mas com precaução”, orienta a sexóloga.