Bichectomia: a cirurgia para afinar o rosto Especialista explica como funciona o procedimento que virou febre entre as mulheres que buscam um rosto mais harmonioso gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

Bichectomia: a cirurgia para afinar o rosto

Especialista explica como funciona o procedimento que virou febre entre as mulheres que buscam um rosto mais harmonioso

Confira Também

A bichetomia virou um dos procedimentos favoritos das mulheres que procuram modelar o rosto. A técnica nada mais é que uma cirurgia que retira o acúmulo de gordura de dentro das bochechas – conhecidas também como bolas de Bichat  e reduz o tamanho delas, deixando o rosto com um aspecto mais fino, como o de algumas celebridades como Angelina Jolie e Kim Kardashian. O procedimento pode ser realizado tanto por cirurgiões plásticos quanto por dentistas. 

O contorno proeminente da bola de Bichat, geralmente, ocorre por excesso de peso ou herança genética. No entanto, algumas vezes nem mesmo dietas ou emagrecimento “radical” são capazes de reduzi-las, o que ajuda a dar uma aparência infantil e até visual acima do peso.

“Uma pequena incisão de aproximadamente um centímetro é realizada próxima aos primeiros molares superiores para se acessar a bola de Bichat. Após a localização do tecido adiposo o mesmo é parcialmente removido e a incisão é fechada com pontos”, explica o Dr. Fernando Buranello, cirurgião dentista da Esthetic Aligner.

O profissional ainda explica que o procedimento cirúrgico costuma levar entre 30 a 40 minutos, e os resultados já começam a ser vistos em três semanas, mas o resultado final se mostra após seis meses. “A anestesia utilizada é local, o procedimento cirúrgico é confortável ao paciente que costuma ter um excelente pós-operatório, sem grandes desconfortos, exceto por um inchaço inicial que tende a diminuir após 48 horas”, afirma. 

O processo pós-operatório costuma ser comparado ao do dente do siso: é possível retornar ao trabalho já no dia seguinte ao da cirurgia, a alimentação deve ser basicamente liquida ou pastosa por, ao menos, 48 horas e é preciso fazer aplicação de compressa fria para desinchar a região.

Além da razão estética, de acordo com Buranello, a bichectomia também é recomendada em casos onde a pessoa sofre de bruxismo ou tem o hábito de morder as bochechas, causando lesões. 

Mas, apesar de parecer o fim para uma série de problemas, entre estéticos e ortodônticos, o procedimento, mesmo simples, ainda apresenta riscos e contra indicações. "As bolas de Bichat ficam próximas a estruturas importantes do rosto, que se danificadas podem levar à paralisia dos nervos faciais e lesão ao canal por onde passa a saliva", explica o profissional. Além disso, pacientes que já tem o rosto fino ou possuem doenças sistêmicas descontroladas devem evitar realizar este tipo de procedimento. 

A recomendação da maioria dos dentistas e cirurgiões é que o procedimento seja feito somente após o fim da puberdade, quando a estrutura corporal já está definida e o resultado se torna mais previsível.  

No Brasil, os valores da bichectomia variam bastante de acordo com a região. A média de preço fica entre R$ 3 mil e R$ 7 mil, e vai variar conforme a localidade, profissional e clínica escolhida.