10 benefícios da masturbação feminina Alívio das cólicas, sono reconfortante e promoção do autoconhecimento estão entre as vantagens gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

10 benefícios da masturbação feminina

Alívio das cólicas, sono reconfortante e promoção do autoconhecimento estão entre as vantagens

Confira Também

A masturbação feminina ainda é vista como um tabu pela maioria das mulheres. Porém, polêmico até entre as amigas mais íntimas, poucas sabem – ou tem vergonha de admitir – que a prática pode trazer uma série de benefícios para a saúde e bem estar da mulher.

O ato de estimular as genitais com a intenção de gerar prazer é super normal, e jamais deve ser visto como algo sujo ou “proibido”, uma vez que beneficia o corpo de inúmeras formas, como na prevenção da incontinência e diminuição das cólicas. “Os benefícios são muito interessantes. A mulher ainda passa a conhecer muito mais o seu corpo, aprende a liberar suas fantasias sexuais e ajuda a rechear a mente com informações relacionadas a sexo”, explica a sexóloga do site C-date, Carla Cecarello. 

Além de contribuir com o apetite e uma vida sexualmente satisfeita, a masturbação, de acordo com Carla, ainda é uma maneira de a mulher provocar um diálogo com parceiro, para mostrar a ele o jeito que ela gosta de se satisfazer através da intensidade, pressão e ritmo do toque. “Tudo isso contribui muito para que a mulher conheça bastante seu corpo, o que é fundamental para relaxar e seguir no caminho para a obtenção do prazer na hora do sexo”, afirma.

A sexóloga também diz que não há uma frequência correta para que a ação promova benefícios ao corpo, a mulher é quem estipula o que é melhor para si. Entretanto, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma pessoa não deve se masturbar mais do que três vezes ao dia, todos os dias, pois isso já é considerado um comportamento patológico. “Se essa pessoa se masturba com muita intensidade, podemos perceber um comportamento de muita ansiedade, convulsividade. Caso contrário, não traz nenhum tipo de problema à mulher”, explica à especialista. 

Para tentar desmistificar de uma vez por todas a história por trás da masturbação, que pode levar qualquer mulher do inferno ao céu em poucos minutos (e sem frustra-la), fizemos uma lista com alguns dos inúmeros benefícios já comprovados por especialistas. Confira.

#1 – Autoconhecimento. A masturbação é uma das melhores maneiras da mulher descobrir o que, de fato, ela gosta na cama e, consequentemente, orientar o parceiro como e onde gosta de ser tocada. Ou seja, como dito, a prática pode ajudar (e muito) a vida sexual a dois.

#2 – Libido. De acordo com Carla, quem se masturba tem uma chance maior de ter uma libido melhor. Isso porque, durante a masturbação, a mulher experimenta o prazer e, naturalmente, o aumento gradativo da libido.

#3 – Previne contra a incontinência urinária. A masturbação ajuda a mulher a exercitar os músculos pélvicos, fortalecendo-os e evitando o surgimento da incontinência urinária. 

#4 – Ajuda a reduzir a dor das cólicas. A masturbação age como um analgésico, graças à liberação de grandes quantidades de endorfinas que reagem da mesma forma que a morfina nos centros de controle da dor.

#5 – Sem estresse. A produção de endorfinas, estimulada durante a masturbação, também está envolvida diretamente na redução do estado de estresse e nervosismo. O momento do orgasmo também provoca uma sensação de puro alívio e conforto, elevando o bem estar.

#6 – Sono 2.0. As endorfinas liberadas após a masturbação ainda ajudam a mulher a ter um sono mais profundo e reparador, uma vez que orgasmo alivia fisicamente e emocionalmente a tensão do corpo.

#7 – Fantasias sexuais. A masturbação permite que a mulher liberte-se de tabus e pensamentos retrógrados e passe a imaginar-se em fantasias que a excita. Isto abre um leque de novas experiências sexuais para praticar com o parceiro.

#8 – Fim dos problemas sexuais. A masturbação também é útil na hora de tratar problemas sexuais comuns em mulheres, como dispareunia e vaginismo, uma vez que durante este ato a mulher fica mais relaxada e a vagina mais lubrificada, facilitando a penetração.

#9 – Quanto mais sexo você tem, mais sexo você vai querer ter. Quanto mais você se masturba e aceita o seu próprio corpo, mais você vai querer ter sexo com o seu parceiro, estimulando a área do cérebro responsável por manter a libido ativa.

#10 – Não tem desvantagem alguma. O ato, quando praticado com moderação, não provoca nenhuma reação negativa ao corpo. Pelo contrário, é um vício que só traz benefícios.