Volta às aulas: como adaptar os filhos na nova escola Especialistas explicam como adaptar os filhos pequenos na escolhinha gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

Volta às aulas: como adaptar os filhos na nova escola

Especialistas explicam como adaptar os filhos pequenos na escolhinha

Confira Também

O início da vida escolar é um acontecimento significativo para toda a família. Os pais partilham da experiência de verem seus filhos ingressarem num ambiente coletivo e convivem com sentimentos de ansiedade, receio e satisfação. Para os filhos, grandes desafios pela frente: o ingresso no novo ambiente, a separação dos pais e a interação com pessoas diferentes.

Neste sentido, os pais ocupam papel importantíssimo. Todo o apoio, interesse, ajuda e motivação que demonstram segurança, fazem a diferença da vida dos filhos. A criança enfrentará o "primeiro dia na escola" e, cada uma a seu tempo, aprenderá que a separação dos pais é momentânea. À medida que ela for percebendo, que sua mãe, ou outro responsável, a deixa na escola e volta para encontrá-la, que os dias vão seguindo certa rotina, os vínculos com as professoras vão se estabelecendo. A criança passa a se sentir mais segura no novo ambiente e participa mais ativamente das atividades da escola demonstrando que venceu o período de adaptação.

Para cada criança, o processo de adaptação é diferente. Há crianças que desde o primeiro dia ficam tranquilas e confiantes junto de seus professores e, com o passar dos dias, aceitam ficar algumas horas sem a presença do acompanhante. Algumas parecem estar adaptadas logo no primeiro dia, mas, nos dias que se seguem "regridem" no processo. Outras ainda resistem muito a se separar dos pais. Todas essas diferenças são esperadas, e uma grande contribuição para essa fase é contar com a tranquilidade dos responsáveis.

As Coordenadoras Pedagógicas da Educação Infantil do Colégio Renascença, Tânia Barbosa Martin e Mindla Fleider, apontam as dicas práticas para uma melhor adaptação de alunos novos. Confira:

#1 – Não mude a rotina de seu filho. Neste período evite trocar de cama, tirar fraldas ou mesmo a chupeta. O ingresso na escola já será um exercício de adaptação considerável.

#2 – Um encontro com a professora antes do início das aulas é muito positivo. Além de conhecer mais a fundo a educadora que cuidará dele, é uma oportunidade para relatar todos os detalhes sobre seu filho como: músicas que costuma cantar, programas que assiste, sua alimentação e sono, palavras que só os pais reconhecem, entre outros.

#3 – Se ele já tiver experiência em outra escola e for maiorzinho, peça para levar um jogo para ensinar aos amigos ou um livro que saiba contar a história.

#4 – Os pais podem e devem conversar com seus filhos sobre a escola, contando-lhes, inicialmente, sobre os professores e seus nomes, sobre as outras crianças, os brinquedos do parque, as histórias, as brincadeiras e depois, sobre as atividades vividas em classe.

#5 – Nem sempre a ausência de choro significa que a criança não sinta a separação. Converse diariamente com seu filho. Pergunte sobre os acontecimentos do dia.