A importância dos exercícios físicos na infância Uma hora de exercícios por dia já e o suficiente para combater a obesidade infantil e incentivar o hábito até a idade adulta gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

A importância dos exercícios físicos na infância

Uma hora de exercícios por dia já e o suficiente para combater a obesidade infantil e incentivar o hábito até a idade adulta

Confira Também

Todas as pessoas necessitam de atividades físicas para manter um bom desenvolvimento, tanto do corpo quanto da mente. Mas é na infância que os exercícios devem ganhar uma atenção especial das crianças e dos papais.  

Sessenta minutos de atividades, entre leves e moderadas, foi o que recomendou um estudo do Departamento de Saúde e Serviços Humanos americano em 2013. E, segundo especialistas brasileiros, essa afirmação é bastante válida, não só para a perda de peso, mas também para melhorar o condicionamento físico dos pequenos. Ainda de acordo esses pesquisadores, os exercícios devem ir muito além das aulas de educação físicas que as escolas oferecem. 

Outra pesquisa realizada, desta vez pelo IBGE, entre 2008 e 2009, com quase 200 mil pessoas, mostrou que a questão do sobrepeso infantil atinge mais de 30% das crianças entre 5 e 9 anos de idade no Brasil. O que é bastante preocupante entre pais e professores de educação física. 

Para inverter este quadro, é importantíssimo que as crianças contem com o apoio dos responsáveis para largar os videosgames e tablets, e optem pelas chuteiras, maiôs ou uniformes. Além disso, é ideal que a criança tenho o exemplo dos pais nesses momentos, para se sentir mais incentivado e motivado, procurando aumentar os laços de afetividade pelos pais e seguir este estilo de vida até a idade adulta.

EXERCÍCIOS   

Para entender qual a atividade física é mais indicada, é essencial conversar com um pediatra e o seu filho, a fim de fazer coisas que despertem interesse do pequeno por aquilo que possivelmente fará parte da sua rotina (e a sua também, se possível). É válido lembrar, também, que para cada idade é indicado um exercício diferente, porque em cada fase da idade a criança precisará daquilo que é necessário para o seu desenvolvimento. 

Veja alguns exercícios que são indicados de acordo com a idade da criança:

1. Até 5 anos: nesta fase os exercícios devem ser mais lúdicos e naturais, sendo que correr, pular corda e brincar com os movimentos devem ser inseridas nessas atividades. A natação, por exemplo, melhora a respiração, combate problemas no pulmão e aproxima o bebê da sensação que tinha quando estava no útero. 
• Natação
• Ginástica artística
• Balé
• Judô
• Bicicleta 

2. De 6 a 11 anos: antes dos 6 anos os esportes com bola não são recomendados, isso porque a criança ainda não está com todas as funções motoras formadas. A partir dessa idade, no entanto, a estrutura do corpo já permite que ela brinque sem grandes acidentes. Outras atividades, como yoga, basquete e remo, também podem ser incluidas nesta fase. 
• Futebol
• Vôlei
• Basquete
• Handebol
• Remo
• Tênis
• Yoga

3. De 12 a 15: a partir dos 12 anos, as crianças já desenvolvem equilíbrio, força e coordenação. Aqui é o momento ideal para iniciar competições de diferentes atividades esportivas, e que promovem a integração social e em grupo. 
• Alongamento
• Jumping
• Lutas
• Basquete
• Vôlei 
• Natação

4. A partir de 16 anos: nesta fase o leque de opções já é maior, incluindo aulas coletivas em academias ou sozinho (desde que acompanhado de um instrutor). Os exercícios devem ajudar na coordenação motora, respiração e controle do humor. Por isso, deve-se deixar que ele escolha o esporte que mais lhe agrada.
• Ginástica localizada
• Corrida
• Pilates
• Natação
• Musculação (com acompanhamento)