Cinto e sapato: precisa combinar? Para o dia a dia no trabalho ou em eventos formais. Veja como usar sem gafes cores de cinto e sapato gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

Cinto e sapato: precisa combinar?

Para o dia a dia no trabalho ou em eventos formais. Veja como usar sem gafes cores de cinto e sapato

Confira Também

A moda é cíclica, um dia aquilo que você deixou no fundo da gaveta tem que voltar para o lugar de destaque no armário, mas têm uma regra clássica que não sofre alterações: a combinação de sapatos e cintos masculinos em produções sociais.

Vamos aos tópicos:

- Com terno (em eventos): Ao vestir preto o sapato deve ser da mesma cor, assim como o cinto. Mesmo que você queira colocar um cinto escuro, o visual vai ficar destoado. Faça essa produção ser homogênea. Se o terno for cinza claro/escuro ou marinho calce sapato marrom e o cinto idem (a cor do cinto acompanha o tom do sapato). Parece que marrom e cinza não combinam, mas faça esse teste frente ao espelho e veja como as cores ornam perfeitamente.

- Com camisa e calça social (no dia a dia/trabalho): Aqui a situação é mais light porque é cotidiano e não ocasião formal que exije peças para traje black tie, por exemplo. Mas, mesmo assim, não dá pra sair com um cinto que destoe totalmente da cor do sapato, a menos que o homem tenha um estilo totalmente desencanado e vista "casual" diariamente.

No geral, prefira os cintos lisos e em couro combinando tons aproximados dos sapatos ou se você é um cara indeciso com relação a isso, vá direto ao monocromático para evitar erros. 

Lembrando que:

  • Tênis permite que o homem tenha mais liberdade no visual, usando cintos largos e coloridos. Geralmente, modelos em lona são os mais indicados para casar bem com este calçado.
  • Independente do look, evite fivelas grandes porque elas pesam no visual.
  • Fique de olho ao comprar cintos e sapatos para combinar no cotidiano, dê preferência a peças de materiais parecidos, com texturas iguais ou bastante aproximadas para não chocar com a diferença. 
  • Para uso social, prefira sempre o couro legítimo. Evite material sintético, embora seja mais barato, a economia não compensa porque prejudica o "bom gosto".

O AreaH prima por transparência em sua relação com os leitores. Portanto, atestamos que este conteúdo é um oferecimento de “Di Pollini.